sábado, 18 de outubro de 2008

13 dias

Olá!
Hoje estou há 13 dias em Lisboa. Parece mais. E já me disseram que eu não sou a primeira pessoa a dizer que aqui o tempo passa mais rápido. Mas é incrível. Quando eu penso que são 11h já são 13h.
Deve ser por isso que andei dormindo mais do que devia. Por isso também que eu achei que tivesse postado ontem e já faz uma semana.
Fazendo um resumo, então, lá vai:
Domingo passado eu fui a Caiscais. Já chegamos lá no meio da tarde e por causa de um afazeres acabamos indo pro centro já escurecendo. Aí eu vi a praia pela janela do carro e depois já no escuro. Mas a vista não deixa de ser bonita. Só não favorece as fotos. Caiscais é lindo. Volto lá sem problemas. Quero mesmo ir pra lá de comboio, aproveitando a linda vista etc etc.
A semana foi boa, tranquila. Estou a ver que meus colegas de turma do mestrado são mesmo gente boa. Um dos professores fez o favor de pedir um trabalho sobre dois livros, sendo que um deles não é mais editado e não tem na biblioteca. E a gente que se vire pra achar. Uma das colegas, a Vera, lembrou que tem o tal livro em PDF e passou pra turma toda. E como tenho direito a 500 impressões lá no Instituto, achei excelente.
Quanto à procura pelo meu lar português, essa semana chegamos a ir ver um apartamento pra arrendar (alugar), mas o moço da imobiliária, que levou a gente lá, estava com a chave errada. Que beleza! Ele ficou de entrar em contato, e nada. Depois veio dizer que é porque já tinha sido alugado. Super profissional o rapaz. Começamos do zero de novo, mas hoje já encontrei uns anúncios promissores. Vamos entrar em contacto, de facto :p
Ontem eu fui ao cinema!
Aqui é acessível, não é como em Londres. E ainda tem desconto pra quem tem o cartão do metro. Nessa ida ao cinema em Portugal, duas coisas impactantes para mim: você compra ingresso com lugar marcado, tipo teatro. Seria útil no Brasil em dia de estréia, na compra pela net.
E outra coisa: tem intervalo de 7 minutos no meio do filme. Naquela parte da suspense, em que alguma coisa vai ser revelada. Aí o filme pára, aparece na tela "intervalo 7 minutos". Depois a tela fica preta, começa uma música ambiente. De 80 pessoas na sala, duas se levantam e você fica pensando no porquê do intervalo :p Diferenças culturais. Me diverti ontem.
Ah sim, assisti olhos de Lince.
Vou tentar ser mais freqüente aqui, mas, para isso, preciso entrar no ritmo do relógio de Lisboa.
Mas eu conto as novidades. Ainda não tenho máquina :p Então vcs continuam sem fotos.
Até mais! :)

7 comentários:

Josiiita* disse...

hum...
seus colegas de turma são muito gente boa né?
sei.. então tá
hahah

Talita Abi disse...

Háááááá!!!
(isso foi a risada asmática, pro cara da imobiliária...português, dá um desconto, hehehe)

E não gostei dos 7 minutos, tenho TOC, teria que ser 5 ou 10 minutos...
uahauahua

Bjoo Carlinha.
Semana linda ae pra vc.

Luiza disse...

Não sei você, mas eu adoro essa coisa de imobiliária, pegar chaves, passar o dia vendo apartamentos... enfim
E não é só aí que cinema tem lugar marcado... Uma das coisas mas surpreendentes pra mim foi ver isso aqui em florianópolis. Nem tem necessidade disso, nunca peguei uma sala cheia.
hahahah
Ah, nós nos conhecemos da terceira. Depois de ler oque você escreveu não pude me conter e tive que comentar. Deve ser porque também estou numa nova fase...conheço bem esse sentimento de "tudo novo".
Beijos!

Luiza disse...

opa, não to logada..
meu blog é http://www.dulce-psyche.blogspot.com/
ahahah
:*

Lili disse...

só se passaram apenas 13 dias?????
vai demorar para vc voltar....

Cinara disse...

Carla, você já está aderindo ao "português de Portugal": "Estou a ver" é a prova irrefutável! :oP
Parece que você está se adaptando muito bem por aí, e acho que não podia ser diferente, pois pelo menos na minha experiência, Portugal é uma país lindo e os portugueses que conheci aí foram muito acolhedores.
Você só precisa arrumar uma câmera logo. Precisamos de fotos!!! ;o)
Beijos e tudo de bom para você, querida! Vou tentar acompanhar suas aventuras em terras lusitanas!

caosnacozinha disse...

Carla, adoro ler os seus posts sobre Portugal. É como redescobrir pelos olhos de outra pessoa!

Nem todos os cinemas têm intervalo. Os mais modernos, como os de shopping, muitas vezes não têm, à americana. Mas a tradição é ter e então ainda há cinemas que têm. Eu agora acho muito estranho ir a um com intervalo, dado o hábito de não ter. O mesmo com os lugares: os mais modernos não têm lugar marcado, os mais antigos continuam a ter.

E pastel de Belém é muito bom, não é? Pena que aqui no Porto não tem esse, mas dá para encontrar alguns parecidos :)

Beijo *
Mariana