sábado, 18 de abril de 2009

Cupcakes


Eu fiz cupcakes pra presentear os amigos do ICS: os 3 brasileiros, Gabi, Gleici e Terêncio, e Max, de Cabo Verde. Branco pras meninas e azul pros meninos.
Eu queria testar receita de cupcakes, com minha forma nova, comprada no Lidl, enfeitados. E eles foram meus cobaias.
Peguei a receita aqui e recomendo. Ah sim! Acrescentei chocolate em pedacinhos. Rendeu 12 bolinhos, que agradaram toda gente :p

Beijo!

sábado, 4 de abril de 2009

E lá vão 6 meses



Outro dia, eu e os colegas brasileiros estávamos contando as experiências das "brigas" entre senhoras e senhores portugueses dentro dos transportes públicos, principalmente dentro dos autocarros. Então a Ana, que trabalha na secretaria do ICS e que sempre anda com nosso grupo (de esrangeiros), começou a cantar uma música daqui que fala disso. É só ler a letra. Não há melhor narração de um épisódio desse tipo.
É uma homenagem e um forma de celebrar os 6 meses em Lisboa, completos daqui a dois dias.
Até mais!

Quando fala um português
Falam dois ou três
e o seu número a aumentar.

São outros tantos a falar
Ai! São tantos a falar
Quando fala um português
Falam dois ou três
Todos se querem escutar
Ninguém espera a sua vez
Ah! ninguém se quer calar
Pois tem direito a respeitar
Mas a conversa está a aquecer
Ai já estão a desconversar
Já ninguém se está a entender
Ai! Já estão todos a gritar
Ai! Que o insulto é de corar
A ameaça está no ar
E o punho está-se a fechar
Com tendência a piorar
E eu não paro de atiçar...

domingo, 15 de março de 2009

De volta!


Isso aqui tá mesmo abandonado. Agradeço quem passa por aqui pra ver se tem mais uma coisa nova e peço desculpas, mas as vezes eu tenho preguiça de postar. Eu não sei por quê, mas carregar fotos não é algo muito animador pra mim. É até um milagre eu estar postando fotos bem atualizadas no orkut.
Mas vou postar aqui fotos de Óbidos, onde eu fui no final de semana passado, no festival internacional do chocolate. É lindo! Uma gracinha, tudo tão arrumadinho, parecia uma historia de joao e maria. E os personagens vestidos de doces, bolos e confeiteiros eram muito divertidos. Sem contar nos ques estavam lá encenando os contos de fadas que tinham a ver com o tema do festival: histórias de amor. Uma pena que a gente já foi de tarde e tava tão cheio que não tinha mais as degustaçoes "à borla" pra gente. As esculturas de chocolate também eram impressionantes!
Eu adorei! té mais! :p

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Pãozinho


Eu tenho mania de procurar receitas sem algum dos ingredientes, em geral, básicos. Por exemplo, hoje eu procurei pão sem ovos e achei um sem ovos, sem leite e sem manteiga. Eu sei que já postei aqui no blog uns pães sem ovo, sem gordura etc. Mas acho que levam ingredientes que não tenho aqui. E queria uma nova também.
Fiz meia receita porque, além de sermos só duas aqui em casa, também era um teste. Que deu certo. Apesar de precisar de dois descansos de 40 minutos, não desanimei. Enquanto pão cresce e descansa, eu estudo. Gostei do resultado. Como diria a Bete: "Fogo, Carla! Ficou mesmo bom!" Espero que continue bom quando esfriar. Porque esta minha casa é tão fria, que mal desligo o fogo, a comida já tá gelada.
Ah sim! Novidade: hoje chegou meu título de residência! \o/
A receita eu peguei aqui. E posto abaixo pra vocês. Até mais :)
1 Kg de farinha de trigo
1 sache de fermento biológico seco (10 g)
1 colher de chá de sal
6 colheres de chá de açucar
600 ml de água morna

Em uma superfície lisa, coloque a farinha de trigo, o fermento e
o sal (Obs: evitar contato direto entre sal e o fermento).
Morne os 600 ml de água e separe metade dela em uma vasilha. Em
uma das metade de água, acrescente o açucar, dissolvendo-o.
Despeje essa água açucarada na montanha de farinha,e sove.
Aos poucos, vá acrescentado o restante da água, sovando até obter
uma massa leve, macia e homegênea.
Leve essa massa a uma vasilha com o fundo polvilhado com farinha,
e deixe repousar por aproximadamente 40 min (Obs: Para um melhor
resultado de fermentação, deixe a vasilha sobre uma panela com
água morna enquanto repousa).
Retorne a supefície lisa e sove novamente essa massa (que deverá
ter crescido uns 50% do tamanho inicial) por mais ou menos 2
minutos.
Rasgue a massa com as mãos e modele os pães no formato que
desejar.
Ordene os pães na assadeira a qual irá usar e deixe repousar por
mais 40 minutos.
Após este segundo descanço (os pães estarão bem maiores), leve ao
forno na temperatura próxima dos 220º e asse por aproximadamente
45 minutos (o meu forno é ventilado e assou em uns 30).

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Pão de Queijo Ilha


Hoje fui no Pingo Doce e, à procura de fermento químico, dei de cara com um pacote de povilho importado do Brasil. Já tinha visto antes, mas quando eu li na embalagem "para fazer pãozinho de queijo", deu uma vontade de comer pão de queijo. Bom, como que não sabia que queijo escolher pra substituir o Minas, peguei um pacote do Ilha ralado. Foi ele mesmo. Tentei lembrar da receita da minha mãe e misturei com a que tava na embalagem.
Não está entre os melhores que eu já comi na vida, mas deu pra matar a vontade. Pelo menos o cheiro enquanto assava era muito bom! Coloquei oregano nos ultimos, que acabaram por assar mais do que deveria :p Achei um pouco oleoso; colocaria menos óleo e também devo experimentar outro queijo, na próxima. Alguém tem uma sugestão?
Aí vai a receita:
Leva 2 xic de leite (usei o magro) e 1 de oleo ao fogo, até ferver. Derrama sobre 4 xic de povilho (ou 500g), em uma vasilha, para escaldar. deixa esfriar e acrescenta 4 ovos e 2 xic de queijo ralado, e sal a gosto. Amassa bem, faz as bolinhas e coloca pra assar em forno quente. Pronto.

Até mais :)

domingo, 1 de fevereiro de 2009

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Os Pontos Negros

Eu fui!
Sábado passado rolou um acústico dos Pontos Negros, uma banda que tem feito certo sucesso em Portugal, lá na Igreja Baptista de São Domingos de Benfica. Quase chego atrasada e tenho que assistir na escada. O lugar é pequeno e tava bem cheio, mas eu e Gabriela (do mestrado) conseguimos um lugar bom pra aproveitar a boa música que eles fazem. Eu gostei muito! Se souber de mais qualquer apresentação deles em Lisboa, vou com certeza. Aliás, vamos, porque Gabriela também gostou muito e tirou mais fotos que eu! hehehe O lugar tava escuro, um ambiente assim retrô, iluminado por abajures coloridos, então a foto sem flash não mostra quase nada e a com flash não retrata o ambiente. Minha câmera não é profi. A foto de cima, com a Gabriela. Apesar dos "efeitos" da foto, foi a melhor ehhehe
Até mais!
Ah sim! Quem tiver curiosidade, Os Pontos Negros: no myspace e no blog (tá meio desatualizado, mas tem uns vídeos que eles falam das musicas, do disco, deles etc).

domingo, 18 de janeiro de 2009

Couscous com brócolis e curry (ou caril)

A foto parece desfocada, mas era a fumaça que não deixava tirar uma foto nítida.
Quando eu voltei das férias de Natal, encontrei um pacote de couscous no armário da cozinha. Sempre tive curiosidade de experimentar alguma receita, mas era aquela coisa que você nunca lembra quando vai no mercado. Mas tendo em casa, basta pesquisar uma receita boa pelos blogs. Eu achei no Chucrute algumas da Fer, que me ensinaram como preparar o couscous independente dos ingredientes que você quer usar. E como o armário e a geladeira daqui estavam vazios (mas só até ontem de manhã!), fui catando o que tinha pra preparar um almocinho rápido e prático antes de ir pro ICS. E lá vai a receita:
Em uma panela, coloquei 2 xicaras de agua pra ferver, com um cubinho de caldo de carne. (porque não tinha de legumes). Em outra, dourei meia cebolona no azeite. Acrescentei brócolis cortado e fiambre de frango em quadradinhos e mexi. Juntei uma xícara de couscous (cru mesmo) e dei mais uma misturada. Desliguei o fogo e juntei o caldo que estava fervendo na outra panela. Tampei e deixei lá pra o couscous absorver o caldo e ficar macio. Como depois de uns 15 minutos ainda tinha agua na panela, liguei o fogo pra dar uma ajuda pro couscous. Coloquei uma colher de sobremesa de curry (caril) e mexi até secar todo caldo. Desliguei o fogo e acrescentei um tomate pequenho picadinho e umas folhas de rúcula. Ficou muito bom!Pelo menos eu gostei :P
Depois do almoço, ICS. A foto da entrada de lá. Bonitinho, né?



Quem é vivo sempre aparece!

Eis-me aqui.JustificarDesculpa (lá) a minha ausência por aqui. Não posto desde antes da minha viagem, é verdade.
Eu até tentei, mas depois que meu irmão chegou o tempo ficou mais curto ainda.
Quanto à nossa viagem, só posso dizer que foi excelente. Deu tudo certinho. Eu conheci lugares que ainda não tinha visitado, como Madrid, onde inventei de arriscar e cortar o cabelo pra passar o tempo e o homem cortou mais que o combinado :p, Barcelona (um dia é muito pouco!) e Genebra. Fiquei mais dias em Paris, e conheci lugares que não deu pra ir da primeira vez, além de ter tido tempo de sobra pra andar à toa pela cidade. Adorei ter ido no museu d'Orsay, que é muito legal, muito mesmo, e também no do Rodin, que tem as esculturas no jardim. Por último, Londres. Constatamos que 5 dias em Londres é pouco. Em Londres, eu não fui a nenhum lugar que não tivesse ido antes. Pelo contrário, continuei sem ir hehhe Mas lá é sempre bom. E eu reencontrei a Grace, uma amiga que fiz durante aquele tour de 15 dias pela Europa. De volta a Lisboa, meu irmão ainda adiou a volta 2 dias. Mas aí já não dava pra passear muito, eu já estava de volta às aulas e com textos acumulados pra ler; acordei de madrugada pra estudar etc etc etc. Eu tava com um trabalho do meu tutor por entregar, então semana passada só fiquei por conta disso. E como meu visto vence no final do mês, tive que ir no SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) lááááá de Cascais pra trocar pela residência. A viagem de comboio pra lá é super bonita, o mar bem na janela. Mas nem aproveitei a vista. Os 30 minutos da ida e os da volta (e as 2 horas de espera no SEF) foram dedicados à leitura do livro pro Seminário da próxima terça. E lá no SEF, graças a Deus, deu tudo certo. Ao contrário do que me alertaram, ninguém quis complicar minha vida, ninguém me tratou mal, ninguém estava de mal humor. A moça que me atendeu estava cantarolando, o outro que me cobrou a taxa fez piadas...Como desde que eu cheguei aqui, Deus tem me cercado de pessoas boas. :D
Mostro algumas fotos pra vocês. E posto na semana UMA RECEITA! Ê! Finalmente. Pra mostrar que a cozinha não está aqui a toa. Ainda faço testes e muitos improvisos. Em Madrid. Esse parque é lindo!

Em Barcelona, em cima de "La Pedrera". Eu parecendo careca, depois de cortar o cabelo em Madrid, com a toca que eu perdi horas depois :p Em homenagem aos japas :p
Dentre as minhas fotos de coisas bizarras, essa foi a escolhida: um moço que cultiva os cabelos do sinal. Tirei essa no elevador da Torre Eiffel.
Com a Grace no café, em Londres.